Escola do Legislativo abre as atividades do ano com curso de Língua Portuguesa para Surdos

por Ana Paula publicado 21/02/2019 07h53, última modificação 21/02/2019 07h53
O projeto, que conta com o apoio da APÁS, é voltado exclusivamente para o público surdo.

A Escola do Legislativo da Câmara Municipal de Jaboticabal deu a largada para as atividades de 2019, na tarde dessa quarta-feira (20/02), com a aula inaugural do curso “Língua Portuguesa Escrita para Surdos”.

O projeto, que conta com o apoio da Associação de Pais e Amigos dos Surdos (APÁS), é voltado exclusivamente para o público surdo ou com deficiência auditiva usuários da Língua Brasileira de Sinais (LIBRAS) de Jaboticabal e região.

Para o presidente da Câmara, Pretto Miranda Cabeleireiro (PPS), que marcou presença na abertura das atividades, o curso vem ao encontro das ações de inclusão que a Escola do Legislativo vem realizando desde o ano passado, quando iniciou o oferecimento do curso de LIBRAS para o público ouvinte a pedido do então presidente Dr. Edu Fenerich (PPS). “Quando eu estava à frente da Escola do Legislativo [gestão 2017/2018], pude perceber a importância dela nessa ligação do Legislativo com a comunidade. Agora como presidente da Casa, irei continuar apoiando os trabalhos do órgão, até porque, temos que entender que cada cidadão é valioso e merece ter acesso a todos os âmbitos da sociedade. Acredito que esse curso irá proporcionar isso”, destacou o Chefe do Legislativo.

A diretora da EL, Silvia Mazaro, concorda: “ano passado tivemos, e neste ano também teremos, o curso da Língua Brasileira de Sinais (LIBRAS) para o público ouvinte. Então, nada mais justo do que oferecermos o estudo da Língua Portuguesa ao público surdo. Por isso aproveito para agradecer o apoio da APÁS, que aceitou prontamente nosso pedido, e tem desenvolvido um grande trabalho pela comunidade surda da cidade e também da região”, pontuou Silvia.


Alunos surdos agradecem, em LIBRAS, pelo curso de “Língua Portuguesa Escrita para Surdos”.

“Agradecemos imensamente à Escola do Legislativo da Câmara, ao Dr. Edu e ao Pretto, pelo olhar voltado para nossa Associação e por estarem dando uma oportunidade na vida dos surdos que frequentarão esse curso”, finalizou a supervisora da entidade apoiadora, Miucha Carregari.


Texto e fotos: Bruno Vinicius
Edição: Ana Paula Junqueira
Assessoria de Comunicação
(16) 3209-9478