Vereadores pedem CEI para apurar possíveis irregularidades em contratos da Câmara de Jaboticabal

por Ana Paula publicado 05/11/2019 15h35, última modificação 05/11/2019 17h01
Beto Ariki (PSL), Ednei Valêncio (PL) e Pepa Servidone (Cidadania) foram os escolhidos para compor a CEI.

Um requerimento pedindo a criação de uma CEI para investigar possíveis irregularidades em contratos da Câmara Municipal de Jaboticabal foi lido na sessão ordinária dessa segunda-feira (04/11).

Encabeçado pelo vereador Pepa Servidone (Cidadania), e subscrito pelos vereadores Beto Ariki (PSL), Ednei Valêncio (PL), João Bassi (PATRI), Paulo Henrique Advogado (PATRI), Dona Cidinha (Republicanos) e Daniel Rodrigues (PSC), a comissão pretende apurar possíveis irregularidades em procedimentos licitatórios além de indícios de superfaturamento nos contratos administrativos: Open Legis Informática (tv/web, prestação de serviços SAPL gestão de processos legislativo), Expand Consultoria e Assessoria, e TMO Consultoria e Assessoria.

A leitura do pedido ocorreu no expediente da sessão, bem como a escolha dos membros para formar a comissão, que seguiu as regras estipuladas pela Resolução nº 272/2001. Entre elas está a proporcionalidade dos partidos que ocupam cadeira no Legislativo Municipal. Com isso, foram indicados os vereadores Pepa Servidone (Cidadania), Ednei Valêncio (PL) e Beto Ariki (PSL). Já a escolha do presidente e do relator da CEI deve acontecer após a publicação do ato de nomeação dos membros, e serão escolhidos entre os próprios nomeados.

A íntegra da sessão está disponível na WEBTV da Câmara (tv.camarajaboticabal.sp.gov.br) e também pelo canal da Câmara no YouTube (CMJaboticabal).

Ana Paula Junqueira
Assessoria de Comunicação
(16) 3209-9478